terça-feira, 20 de outubro de 2009



Tente ao menos ser normal uma vez, quando necessário apenas...
Mas o problema e que ainda há coisas em mim que provam minha finita liberdade.
Ainda há resquícios de tal desejo, há!
E mesmo que me dilatem ao máximo, não sou de ferro...
Inevitavelmente dilatável. Me fizeram assim, me fiz assim.
E não sei por quanto tempo ainda me aceitarão assim, como sou.
Até quando vou resirtir...
Entre os olhares atravessados, sou só uma criatura vinda de outro mundo,
visualmente desconfortável, só isso!
A culpa é minha, eu sei...
Ah.. você precisa saber do que eu sei... Leia na minha camisa...



Um comentário:

Niamm disse...

comenzó a llover