segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

e bate, dói dói


Saudade é um negócio doído, né? Parece que quando a gente enche o peito de ar, os olhos se enchem de água...

e bate, dói dói...

5 comentários:

e.m disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
e.m disse...

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

Tia Clarice!

Raíssa S. disse...

a saudade é um dos sentimentos mais urgente, verdade verdadeira...

e como dói...rss

Niamm disse...

anxiety...

Niamm disse...

hoy vi pasar de nuevo una libélula, imagine su viaje y quede perplejo, y es que ella se acercó a decirme que no quería verme con frío, te recomiendo muuucho una película que se llama "temporada de patos", es mexicana... las pausas producen sensaciones extrañas, no solo en la película..., también en la vida, te extranho mucho y espero que tu me extranhes a mi también, aunque sea de vez en cuando, aunque sea cuando no sabes que estas pensando en mi...